Em busca dos próprios valores… o árduo processo de dar sentido a si mesmo

0
Quando pensamos na definição de valores como sendo “construções verbais de consequências desejadas na vida, direcionamento de ações” (Saban, 2015, pág. 84), entendemos que...

A engenheira comportamental da ACT-Matrix

0
Se você é um leitor frequente do Comporte-se, provavelmente já leu algo sobre a Teoria das Molduras Relacionais (Relational Frame Theory – RFT). É...

O valor da dor

2
Do mesmo modo que te abriste à alegria abre-te agora ao sofrimento que é fruto dela e seu avesso ardente. Do mesmo modo que da alegria foste ao fundo e te...

Curso “FAP e ACT na Psicoterapia Analítico-Comportamental junto à Crianças e Adolescentes e Pais”

Venha conferir o curso que o Instituto Continuum está oferecendo: FAP e ACT na Psicoterapia Analítico-Comportamental junto à Crianças e Adolescentes e Pais com Fátima Cristina...

História de um casamento: a dor de se relacionar

0
Alerta: Esse texto contém spoilers. No final de 2019 foi lançado o filme “História de um Casamento”, pela Netflix. Muito bem recebido pela crítica, o...

Frutos diferentes de uma mesma árvore: a ACT como proposta coerente com o Behaviorismo...

0
Lembro-me de quando comecei a estudar “essa tal de” Terapia de Aceitação e Compromisso. Eu, que venho de uma educação bastante Skinneriana, me assustei...

Comportamentos Suicidas – resumo de um capítulo

0
A partir dessa visão o suicídio (a morte, quando alcançada) passa a ser na verdade a consequência de um comportamento. Por isso, todos os comportamentos que tem como possível consequência a morte, podem ser chamados de comportamentos suicidas. Dirigir alcoolizado ou sobre efeito de outras drogas; abandonar o tratamento de uma doença crônica (como diabetes, por exemplo), até mesmo atravessar uma rua fora da faixa de pedestres pode então ser chamado de comportamento suicida: comportamentos que aumentam a probabilidade de morte.

A invasão das Redes Sociais Virtuais em nossas vidas – Uma reflexão sobre o...

4
Qual a primeira coisa que você faz ao acordar? Cada vez mais, respostas como “tomar um café”, “escovar os dentes” ou “ir para o...

Metas de final de ano: fábricas de frustrações

0
Me lembro que quando eu era adolescente, eu fazia um ritual todo dia 31 de dezembro. Ficava sozinha em meu quarto, em um momento...

Habilidades e desafios perante o distanciamento social… repercussões do COVID 19

0
Há alguns meses o mundo viu surgir, com surpresa e certa descrença, um vírus que rapidamente se proliferou e espalhou por cidades chinesas provocando...

Utilizando a Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) para a Promoção da Redução de...

0
“Repare, nem toda lágrima é de dor, nem toda graça é sorriso. Nem toda curva da vida tem uma placa de aviso, nem sempre que você...

Vulnerabilidade: O desafio de ser ser humano atualmente

0
A história de vida de cada animal e o desenvolvimento das espécies colocam cada ser vivo em alguma condição de incapacidade, pela própria adaptação...

Meu terapeuta chorou, e agora?

1
Gosto de pensar que estar na posição de terapeuta é estar em uma posição de privilégio, mas um privilégio gostoso, recompensador. Pessoas me procuram em busca...

A polêmica da “cura gay”: o que a ACT tem a dizer?

0
"Os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas, nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para...

As palavras – uma breve reflexão sobre o discurso

0
As palavras são, segundo a Análise do Comportamento, estímulos. Estímulo é uma alteração do ambiente que afeta a probabilidade de uma resposta. Ela pode...

Ensinando Aceitação para Crianças: Breves considerações

0
No meu último texto, descrevi os seis processos que compõem o modelo de Flexibilidade Psicológica proposto pela Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT, do...

Estou fazendo ACT (?)

0
“Se você se perceber tentando mudar o que um cliente pensa ao invés de tentar libertar sua vida, pare: você não está fazendo ACT.”...

ACT, terapias de terceira onda e a polêmica dos termos intermediários (middle-level terms)

1
É de conhecimento do senso comum que a terapia comportamental teve como base de sua aplicação clínica a pesquisa experimental envolvendo animais em laboratórios....

Tornando-se um psicoterapeuta comportamental contextual

2
Com alguma frequência alunos ou amigos me procuram para discutir sobre aspectos pertinentes à formação de um terapeuta comportamental, em especial nas abordagens comportamentais...

Aceitação e a janela da vida

Aceitação é uma palavra cheia de significados. Para a Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) é vivenciar plenamente uma experiência e escolher agir na...

Terapia ACT: o que fazer com o que não conseguimos controlar?

1
Nesta semana, choramos a tragédia que levou a óbito quase toda a equipe jornalística e o time Chapecoense. De repente, a torcida deixou de...

A construção do autoconhecimento e seus efeitos

0
Quando um paciente chega à psicoterapia, na maior parte dos casos está buscando ajuda para algo que não vai bem em sua vida. Seja à sua...

Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT): uma abordagem baseada em processos

1
  Desde sua criação, na década de 50 do século passado, o DSM (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders) já passou por várias modificações,...

Afinal, o que é flexibilidade psicológica?

0
As terapias contextuais têm se difundido de maneira cada vez mais expressiva, seja no Brasil, seja em outras partes do mundo, como Estados Unidos...

Precisamos falar de TEPT: Cuidando de trauma e o desafio da covid-19

3
O transtorno de estresse pós-traumático, ou TEPT, é uma condição que traz grande sofrimento à pessoa, com prejuízos significativos em várias áreas da sua...

Um pouco sobre a Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT)

11
Se você freqüentou algum evento sobre Análise do Comportamento no último ano, provavelmente ouviu falar da Terapia de Aceitação e Compromisso (no inglês, Acceptance...

SIGA-NOS

97,637FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
2,201SeguidoresSeguir

MAIS RECENTES

MAIS LIDAS

As terapias comportamentais: um mar de siglas, ondas, concordâncias e discordâncias

6
As terapias comportamentais são ferramentas bastante populares de intervenção, nos dias de hoje. No entanto, para muitos estudantes e profissionais que estão recém iniciando...