Imagine Publicações – De Analistas do Comportamento para o Mundo

0

Você já conhece a Imagine Publicações? Ela é uma editora idealizada pela Imagine Tecnologia Comportamental, focada na publicação de obras com base em Análise do Comportamento e áreas afins. Já possui diversos livros e materiais didáticos publicados, com a abordagem comportamental a diversos assuntos. Como tudo o que é produzido pela equipe da Imagine Tecnologia Comportamental, é uma empresa inovadora, com uma proposta bastante diferente do lugar comum. E é sobre ela que falaremos hoje nesta entrevista com Hernando Filho e Felipe Leite.

Imagine Publicações - De Analistas do Comportamento para o Mundo

Felipe Leite – Graduado em Psicologia pela Unifor (2006); mestre (2009) e doutor (2014) em Teoria e Pesquisa do Comportamento pela UFPA; realizou estágio pós-doutoral na UFPA (2014-2015); foi professor substituto da Faculdade de Psicologia da UFPA (2013-2015); foi professor do curso de Psicologia da Unifor (2015-2017); foi editor-adjunto da Revista Perspectivas em Análise do Comportamento (2015-2018); membro do Think Tank de Behavior Analysis and Culture (desde 2016); ex-presidente da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (gestão 2017-2018); co-fundador e atualmente e cientista do comportamento na Imagine Tecnologia Comportamental; co-fundador e diretor-geral da Imagine Publicações. Especializado no campo de Análise da Cultura.

Imagine Publicações - De Analistas do Comportamento para o Mundo

Hernando Filho – Especialista em criatividade, pesquisador do tema com livros e artigos científicos publicados sobre o assunto. Trabalha com ensino, pesquisa e extensão, além de editoração, publicação, tradução e revisão técnica de periódicos e livros científicos. Completou Bacharelado em Psicologia e Formação de Psicólogo pela Universidade Federal do Pará (UFPA). É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento da UFPA, e doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP). Realizou doutorado-sanduíche na University of Auckland (Nova Zelândia). Foi bolsista de Pós Doutorado duas vezes, uma no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO, DOC-FIX), e outra no Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento (UFPA, PNPD/CAPES). Já atuou como consultor e pesquisador em projetos de ONGs, relacionados à manejos comportamentais, urbanismo, educação, incubadora de ideias, pesquisa e desenvolvimento. Atualmente é editor associado da Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva (RBTCC), coordenador geral do Grupo Internacional de Pesquisa em Criatividade, Inovação e Comportamento (CRIACOM), pesquisador sênior na Imagine Tecnologia Comportamental e editor-chefe da Imagine Publicações. Suas principais linhas de pesquisa são: a) origens da criatividade e comportamento novo, b) protocolos de intervenção para desenvolvimento atípico, c) o papel de variáveis moduladoras da resolução de problemas em uma perspectiva comparativa, d) metodologias de ensino e mensuração de criatividade; e) desenvolvimento de jogos e aplicativos de educação e pesquisa; e, f) história da psicologia experimental

##

Comporte-se: como surgiu a ideia da Imagine Publicações?

Felipe: A ideia surgiu a partir de uma conversa minha e do Hernando no qual ele disse que queria muito escrever um livro didático sobre o campo de criatividade e, com objetivos claros de cada capítulo e questões de estudo, tudo em uma linguagem acessível, que um não iniciado em Análise do Comportamento pudesse compreender. Eu achei o máximo e disse no impulso que se ele escrevesse eu publicaria. Em poucos meses ele estava com o livro quase todo pronto aí lascou, tive que montar a editora.

Hernando: Sim, a conversa de bastidor completa é a seguinte. Era 2015, eu fui prestar um concurso pra professor da UFES, em Vitória. Lá disputei a vaga com o Diego Zilio. Na ocasião eu vi que ele tinha transformado a dissertação de mestrado dele em livro, e na hora me veio o estalo: “Rapaz, num é que o que a gente escreve em tese e dissertação dá livro?”. Dois dias depois, eu entrei em contato com o Felipe e o livro começou a ser criado. Outro motivador foi que minha orientadora de doutorado, a Profa. Miriam Garcia-Mijares, da USP, revisando minha tese e discutindo ela com os demais membros do nosso laboratório, comentou: “Hernando, sua escrita me lembra muito a escrita de divulgadores científicos”. Minha tese, e esses dois eventos, foram portanto o ponto de partida do livro “Criatividade: Suas origens e produtos sob uma perspectiva comportamental”. A editora foi criada tendo esse livro como seu primeiro lançamento. Na ocasião, eu era só um autor vinculado à editora (ou a promessa de existência dessa), hoje, devido a uma série de eventos não necessariamente planejados, sou o editor-chefe. Agora, temos um calendário de lançamento de obras planejadas até 2021!

Comporte-se: a Imagine Publicações trabalha com quais formatos de publicação?

Felipe: Queremos dar preferência para materiais que inovem no mercado editorial, sejam em formato, seja em temática. Livros organizados são bons para apresentar uma linha de pesquisa, um movimento ou um grupo organizado, não acho legal quando é para ser simples coletânea de artigos. Livros temáticos gostaríamos que tivessem uma linguagem que não fosse tão hermética. Nossa área sempre foi bastante isolada e a linguagem é do dos motivos. Queremos dar espaços para analistas do comportamento se comunicarem com públicos diversos. E estamos planejando duas publicações em formato seriado que deixaremos aqui como surpresa.

Estamos também publicando materiais pedagógicos voltados para uso em educação inclusiva produzidos pela Natalie Brito e pelo nosso designer Eddy Jr., dentre eles a série de livretos Descobertas, que para ser usada por pais, professores e terapeutas a auxiliarem adolescentes com desenvolvimento atípico a passarem por situações difíceis.

Hernando: Um dos nossos principais focos é dar uma plataforma de publicação para novas vozes, novos temas. Tenho total certeza que temos muitos trabalhos de iniciação científica, mestrado e doutorado que dão bons livros, mas estão “engavetados”, ou “esquecidos”. Tenho certeza também que temos muitas professoras, professores e colaboradores de linhas de pesquisa no Brasil que tem muito a descrever sobre bastidores e dia-a-dia do que é fazer pesquisa e intervenção em Análise do Comportamento. Queremos permitir que esse conhecimento seja “jogado ao mundo”. Além disso, trabalhamos em preencher algumas lacunas na produção de conhecimento da ciência brasileira.

Temos clareza que uma parcela significativa de conhecimento que produzimos em pesquisa e atuação não tem hoje um local adequado de publicação. Aconteceu que, com as regras cada vez mais exigentes da CAPES em qualificar e credenciar periódicos científicos (o QUALIS, que ranqueia revistas com notas distintas, de acordo com critérios estipulados pela CAPES), as revistas brasileiras começaram a privilegiar estudos empíricos, revisões da literatura com metodologia padronizada (como o PRISMA), e pesquisas conceituais “pouco aventureiras”. Na busca por controle de qualidade, sacrificou-se uma parte da variabilidade, da criatividade. Da mesma maneira, com revistas sendo ranqueadas entre melhores e piores, pesquisadores voltam seus olhos para as melhores, que são as que conseguem adotar critérios mais exigentes, o que já direciona os esforços desses pesquisadores para certas categorias de pesquisa. Não há uma saída rápida para esse dilema, é importante aumentar o nível das nossas publicações, mas também temos de ter espaço para inovação. De qualquer modo, nessa batalha ainda em andamento, um tipo de publicação perdeu quase que totalmente seu espaço em periódicos nacionais: os artigos didáticos.

Pode observar, temos diversos artigos didáticos de excelente qualidade em diversas revistas nacionais, mas todos dos anos 1990, 2000, ou da primeira metade da década de 2010. De 2015 pra cá, estes artigos tem se tornado mais raros (esta é uma observação assistemática, fica aqui o convite para uma pesquisa bibliográfica séria sobre o tema). De qualquer modo, isto pode ser um efeito das políticas de qualidade da CAPES. Na busca por conhecimento inédito, perde-se o foco didático. Isso tem um impacto a longo prazo enorme na nossa formação. Artigos didáticos estão presentes nas nossas salas de aula no Brasil inteiro, fazem parte da nossa formação, é a matéria prima que centenas de professores no país todo utilizam para basear e ilustrar suas aulas. Estamos numa situação instalada de defasagem desse material. Se não se publica nada novo de artigo didático, estamos fadados a utilizar material antigo, certamente em desencontro com o que há de mais recente na área, o que por sua vez fragiliza nossa formação. É essa a lacuna que nossos livros tentam preencher. Um dos nossos chamados principais é: você trabalha há muito tempo com um tema, com uma linha de pesquisa? Que tal escrever um livro apresentando isso para o público em geral?

Comporte-se: Os interessados em publicar com a Imagine Publicações devem se atentar a quais regras editoriais?

Hernando: Trabalhamos com livros de Psicologia, mais especificamente Análise do Comportamento, numa perspectiva conceitual, básica e prática. Estamos abertos à propostas de cunho didático, de revisão e apresentação de áreas de pesquisa, de debates e de materiais para uso em intervenção ou de cunho pedagógico. Nossa grande regra é o compromisso. Se o autor ou autora tem interesse de publicar um livro, e ele tem relação com a Análise do Comportamento, já temos o primeiro e principal acordo: o compromisso de juntos iremos lançar a obra. Fora isso, utilizamos as normas da APA (6ª ed.).

Comporte-se: Como funciona o processo editorial?

Hernando e Felipe: O processo ocorre nesta sequência:1) recebimento da proposta por e-mail; 2) avaliação da proposta pelo editor-chefe; 3) se aprovada pelo editor chefe, a proposta segue para o comitê editorial; 4) a resposta do comitê editorial é dada ao proponente; 5) com a proposta aceita, é marcada e realizada a primeira reunião, presencial ou por Skype; 6) na reunião são discutidos aspectos do nosso contrato e definido um cronograma de trabalho; 7) entrega de capítulos ou prova final do livro ou material didático; 8) entregue a prova do livro ou material didático, nosso comitê editorial e nosso editor de planejamento (Dr. Rafael Picanço) fazem uma revisão da obra e retornam aos autores e autoras, com sugestões; 9) entregue a nova prova final, após a sugestão do editor de planejamento e do comitê editorial, iniciamos a revisão ortográfica, diagramação e confecção da capa, em diálogo com os autores e autoras; 10) com o livro diagramado, este vai pra gráfica e depois para nossa loja virtual, apenas aguardando a sua disseminação pelo mundo.

Todo nosso processo e cronograma é flexível, trabalhamos no tempo do autor ou autora. Não há pressão. Sabemos que um bom livro precisa de um bom tempo pra ser gestado. Entretanto, também recebemos diversas propostas de livros já escritos, ou em fase avançada de escrita. Nesse caso, organizamos nosso cronograma e agenda de publicação de acordo. Para este ano de 2019, temos lançamentos engatilhados em temas como Jogos Comportamentais, Educação e Análise do Comportamento, e Análise do Comportamento Aplicada. Porém, sem mais spoilers.

Aos interessados em enviar uma proposta, basta uma ficha bem simples, com título do livro, um resumo que destaque o desenvolvimento do argumento do livro (de onde parte, o que conclui, e qual seu objetivo) e uma indicação do andamento do manuscrito (se já há algo escrito).

Comporte-se: Como é a relação da Imagine Publicações com os autores?

Feiipe: Entendemos que o trabalho do autor é a obra. Não concordamos com a prática de cobrar valores monetários do autor ou autora. Todo o trabalho decisório é feito em conjunto, se tanto nós como a autora ou autor não concordar com a capa, por exemplo, tentamos outra. Nada é imposto. É feito um contrato entre as partes, no qual é previsto o recebimento de royalties sobre o preço de capa do livro, além de uma quantidade da tiragem física.

Hernando: Não cobramos nada para publicar uma obra. Cobramos tão somente a entrega da prova final do livro, de acordo com um cronograma flexível acertado diretamente com o autor ou autora. Fornecemos revisão ortográfica, diagramação e capa, tudo sempre discutido em tempo real com o autor ou autora. Estamos também começando serviços de tradução de nossas obras, tanto para publicar autores nacionais em inglês, como também publicar autores anglófonos em português. Sobre esta última categoria, já temos um simpático figurão internacional da área em nosso catálogo de autores!

Além de não cobrar para publicar, repassamos a prestações de royalties a partir de uma porcentagem fixa de venda de preço de capa de cada unidade, ou seja, para cada livro vendido, uma porcentagem fixa, acertada em contrato, é repassada para o autor ou autora. Seguimos as diretrizes editoriais mais saudáveis que encontramos no mercado livreiro, evitando políticas predatórias e que abusam da boa vontade de alguém ter um livro seu publicado. Acreditamos que um mercado saudável tem práticas saudáveis.

Comporte-se: Quais obras já foram publicadas?

Hernando: Até o momento, temos as seguintes obras (livros e livretos) disponíveis para compra imediata em nosso site: 1) Debates sobre Feminismo e Análise do Comportamento (https://loja.imaginetc.com.br/livro-feminismo), 2) Criatividade: Suas origens e produtos sob uma perspectiva comportamental ( https://loja.imaginetc.com.br/criatividade-suas-origens-e-produtos-sob-uma-perspectiva-comportamental) , 3) João aprende sobre intimidade (https://loja.imaginetc.com.br/none-34247553), 4) Maria aprende sobre intimidade (https://loja.imaginetc.com.br/maria-aprende-sobre-intimidade) e 5) Maria está menstruada (https://loja.imaginetc.com.br/maria-esta-menstruada).

Temos também os seguintes materiais pedagógicos disponíveis para venda. Todos são otimizados para uso em setting terapêutico: 6) Rotina Visual – Eu sei usar o banheiro (desfralde) (https://loja.imaginetc.com.br/rotina-visual-eu-sei-usar-o-banheiro-desfralde), 7) Rotina Visual – Eu sei usar o banheiro (menina) (https://loja.imaginetc.com.br/rotina-visual-eu-sei-usar-o-banheiro-menina-xixi-e-coco ), 8) Rotina Visual – Eu sei usar o banheiro (menino) (https://loja.imaginetc.com.br/9e0wps1yn-rotina-visual-eu-sei-usar-o-banheiro-menino-xixi), 9) Rotina Visual – Escovar os dentes (https://loja.imaginetc.com.br/rotina-visual-escovar-os-dentes), 10) Aprendendo Números (https://loja.imaginetc.com.br/aprendendo-numero ), 11) Estruturando frases (https://loja.imaginetc.com.br/estruturando-frases )

Temos já prontos para publicação este ano uma coleção de histórias adaptadas (clássicos da literatura internacional voltados para uso terapêutico), e obras como “Jogos Comportamentais: Análises e Atuações em contextos do dia a dia”, “Ensinar e aprender: práticas baseadas em pesquisas”, e “Re-search: Recriando experimentos da Psicologia em Videogames”. Além destes, já em etapa final de revisão e diagramação, temos planejadas obras sobre OBM, Ética e Comportamento, Evolução e Comportamento, Divulgação Científica da AEC, Inclusão Digital de Idosos, e vários outros! Nosso calendário está bem recheado, mas ainda há bastante espaço para novas propostas. Estamos abertos para negócios!

Comporte-se: Os interessados em publicar e as pessoas que desejem tirar outras dúvidas sobre o processo editorial podem fazer contato de que forma?

Hernando e Felipe: Para propostas, basta nos enviar um e-mail: editora@imaginetc.com.br . Perguntas e dúvidas podem ser enviadas pelo Facebook da editora: https://www.facebook.com/imaginepublica/ ou pelo Instagram: https://www.instagram.com/imaginepublica/

Todos os nossos produtos podem ser adquiridos em nossa loja: http://loja.imaginetc.com.br/

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of