Conheça as principais revistas brasileiras em Análise do Comportamento

0

Se você está começando a se interessar pela Análise do Comportamento, é recém chegado na academia ou só tem curiosidade de saber como as coisas funcionam por aqui, primeiramente bem-vindo(a) e esse post pode ajudar você.

Os periódicos/revistas científicas são compêndios que apresentam à comunidade científica o que existe de mais atual em determinada área. O conceito Qualis/Capes avalia a qualidade das revistas (para saber mais sobre ele, clique aqui) e a Análise do Comportamento no Brasil possui algumas revistas bem colocadas quanto a este critério.

Conheça:

 

Conceito Qualis: B2

Periodicidade: Quadrimestral

“Missão:
Publicar artigos com abordagem comportamental, principalmente, mas não somente, baseados na Análise do Comportamento. São aceitos artigos com conteúdo experimental, conceitual e aplicado em quaisquer áreas do conhecimento ou da atividade humana.”

Conceito Qualis: B3

Periodicidade: Semestral

“…é uma Revista Eletrônica semestral publicada pelo Paradigma – Centro de Ciências do Comportamento. Tem como objetivo principal a publicação de artigos inéditos destinados à discussão de temas referentes ao Behaviorismo Radical e à Análise do Comportamento em suas mais diversas áreas.”

Conceito Qualis: B5

Periodicidade: Semestral

“…visa divulgar a Análise do Comportamento no Brasil e no exterior, publicando trabalhos originais em português ou inglês nas categorias artigo teórico, análise conceitual, relato de pesquisa pleno e breve. A revista publica, ainda, artigos que contribuem para a preservação da história da Análise do Comportamento e, também, tradução de artigos clássicos.”

 

Além das revistas brasileiras, vale citar alguns periódicos internacionais, em língua inglesa, que são referencias em publicações na área.

 

Conhecer e acompanhar as publicações faz-se importante no sentido de que o profissional ou pesquisador possa manter-se atualizado e expandir conhecimentos para o desenvolvimento de suas práticas. As revistas científicas registram a autoria das descobertas, preservam a memória científica, abrem canal de comunicação entre pesquisadores e tem função educativa, social e política.

AnterioresII Simpósio ABAcadabra de Atualização em TEA
SeguintesIT: a coisa – uma reflexão sobre os medos e como lidar com eles
Jullyana Meury
Estudante de Psicologia na Universidade Estadual do Ceará (UECE) e amante do estudo do comportamento humano. Monitora das Disciplinas de Psicologia do Desenvolvimento II - Adolescência e de Psicologia da Aprendizagem. Bolsista extensionista do Projeto de Apoio Psicossocial a Comunidade da Universidade Estadual do Ceará (NAPSI/UECE). Possui experiência em Psicologia Escolar e em Psicologia Econômica Aplicada ao Comportamento do Consumidor. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0714289248375194
COMPART.

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here