“Trem Bala” e a Mudança de Comportamento

0

Por que a música “Trem Bala” de   Ana Vilela, consegue mexer tanto com as nossas emoções, mas não nos impulsiona a mudar de atitude? Foi a pergunta que me fiz ao observar a mobilização relacionada a esta música, demonstrada nas redes sociais através de links e compartilhamentos, nos programas de TV e até em peças publicitárias.

A música é muito bonita e nos faz refletir sobre algumas questões se observamos de perto a sua letra, que nos relata a fragilidade e rapidez da vida, e nos incentiva a valorizar pessoas e momentos simples. Mas por que mesmo diante de tudo que ela nos diz, não conseguimos mudar de atitude ainda que ela nos toque, e nos faça refletir em algum momento? Assim também acontece na nossa vida quando queremos mudar algum tipo de comportamento. Ouço muito no consultório “Eu sei o que tenho que fazer, mas não consigo”.

Vamos te dar uma forcinha então!

Antes de tudo é necessário comprometer-se a mudar, com ações que indiquem que você vai se esforçar para conseguir, reconhecendo também os benefícios que tais mudanças podem trazer. Isso irá ajudá-lo (a) muito nesse processo e manterá firme em sua meta.

Faça uma lista de quais benefícios à mudança irá te trazer e coloque-a em algum lugar de fácil visibilidade (espelho, porta do quarto…).

Também é importante que muitas pessoas saibam do seu objetivo (hoje isso é fácil com as redes sociais, rsrsrs), com isso várias pessoas poderão te lembrar do compromisso assumido.

Deixe pequenos avisos em locais visíveis que te incentivem em sua meta.

Lembre-se de quanto tempo e até dinheiro você investiu nesse processo.

Planeje de que forma você lidará com situações que possam te desanimar no meio do caminho.

Nessa empreitada para a modificação de qualquer comportamento também são necessários mais alguns passos:

Registre sempre quando tiver sucessos e recaídas a fim de analisar o que deu certo e o que deu errado.

Faça um planejamento e coloque-o em prática. É importante definir seu objetivo e um prazo para este ser alcançado, especificando suas atitudes em cada etapa.

Por fim sabemos que podem haver recaídas ao longo deste processo de mudança, isso ocorre com frequência, para evitá-las é necessário entender o motivo do ocorrido e evitá-lo para prevenir futuras recaídas, em algumas situações evitar será impossível, neste caso pense em como lidar com essas situações, por exemplo: “estou fazendo uma reeducação alimentar mas minha irmã ira se casar”, este é um evento importante e você não poderá não ir, então planeje até quantos doces e salgados você irá comer, bem com a bebida. No caso de recaídas, não desanime, veja onde errou e retorne desse ponto, não jogue todo tempo e esforço fora.     

Assim como a música, muitas vezes em nosso dia-a-dia, observamos situações que precisam ser mudadas para melhorar a nossa existência, no entanto elas ficam apenas nos campo dos projetos, das palavras ditas e de fato nunca se transformam em atitudes. Que possamos passar para o passo seguinte e viver uma vida com qualidade, pois a vida é um trem bala não é mesmo?!

Você irá conseguir!

REFERÊNCIA

MARTIN, G. PEAR, J. (1941). Modificação do Comportame

 

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here