Saiba como foi a primeira etapa do II DBT Intensive Training 2017 em São Paulo

0

Entre os dias 15 e 19 de maio a cidade de São Paulo recebeu o II DBT Intensive Training Brasil, promovido em parceria pelo Behavioral Tech: a Linehan Institute, pela Vincular e pelo CTC Veda (Centro de Terapia Cognitiva Veda). Psicólogos e psiquiatras de todo o país estiveram presentes nas aulas, que trataram desde conceitos básicos da Análise do Comportamento até estratégias de manejo de comportamento suicida e Comportamentos Autolesivos sem Intencionalidade Suicida (CASIS).

Foto: Vincular Psicologia.

Cada aluno, ao chegar, foi introduzido em um grupo com mais pessoas alocadas de acordo com a proximidade geográfica. Ao todo foram formados 8 grupos, cada um deles, com aproximadamente 7 participantes. Esses grupos trabalharão juntos pelo período mínimo de um ano contado a partir do primeiro dia de aula da primeira etapa. Ao longo desse ano seus componentes deverão funcionar como uma Equipe de Consultoria em DBT, que tem como tarefa trabalhar para que cada um de seus membros aperfeiçoe as próprias habilidades terapêuticas e mantenha-se motivado para os atendimentos, além de desenvolver em conjunto uma série de atividades práticas da formação. Cada grupo conta com a ajuda de um mentor cuidadosamente selecionado e treinado pelas equipes da Vincular e do CTC Veda. Esses mentores acompanharão as reuniões da equipe de consultoria até a segunda etapa do treinamento, que se realizará entre os dias 4 e 8 de dezembro, com o intuito de auxiliar no cumprimento das “atividades de casa” – incluindo a condução adequada das reuniões de consultoria.

As “atividades de casa” se dividem entre “tarefas individuais” e “tarefas de grupo”, e entre elas, estão leituras sobre Análise do Comportamento em geral, leituras específicas de Terapia Comportamental Dialética, a realização das reuniões de consultoria, a realização e gravação de atendimentos em conformidade com os princípios da DBT (incluindo o Treinamento de Habilidades), a experimentação de cada uma das habilidades ensinadas no grupo de habilidades, entre outras, com o objetivo levar os participantes do DBT Intensive Training a se tornarem Terapeutas Comportamentais Dialéticos efetivos e fiéis aos princípios da abordagem. As gravações e os dados coletados serão apresentados e discutidos com os treinadores e demais alunos na segunda etapa do treinamento, em dezembro.

Nesta primeira fase, os principais “pontos de clímax” foram os Role-Plays conduzidos por Antony DuBose, diretor de treinamentos em DBT do Instituto Linehan, e por Pablo Gagliesi, responsável por introduzir a Terapia Comportamental Dialética na América Latina. Ambos demonstraram ao vivo a aplicação das diversas estratégias dialéticas, de aceitação e de mudança ensinadas no curso e que os participantes deverão exercitar ao longo da etapa intermediária. Em muitas ocasiões os professores faziam os role-plays com casos reais apresentados pelos alunos, demonstrando, com isso, algumas das soluções da DBT para aqueles atendimentos em que parece não haver saída para o terapeuta.

Além das (incríveis) demonstrações, a didática incluía também instrução sobre aspectos históricos, conceituais e aplicados da DBT; exercícios práticos, como a construção de formulações de caso, aplicação de estratégias previamente apresentadas, entre outros; debates sobre pontos chave da abordagem, realizados tanto entre alunos quanto entre alunos e professores; o acompanhamento atencioso, cuidadoso e eficaz dos mentores e muito mais. Naturalmente, por se tratar de um treinamento intensivo, os participantes que conseguiram ler o material recomendado no ato da inscrição aproveitaram melhor as oportunidades. O DBT Intensive Training foi um curso denso, e em muitos momentos, o conhecimento prévio do material indicado para as aulas fazia toda a diferença.

Outro tema que merece destaque e foi assunto frequente nas rodas de conversa dos intervalos é o comportamento dos mentores durante o treinamento. Responsáveis por dedicar atenção individualizada a cada grupo, foram bastante elogiados pela presença, pela atitude validante e cuidadosa em relação às suas equipes. Os mentores são psicólogos e psiquiatras com formação e experiência em Terapia Comportamental Dialética, treinados pelo I DBT Intensive Training Brasil, realizado em Porto Alegre, e pelos treinamentos realizados na Argentina em anos anteriores.

De fato, a primeira etapa do treinamento foi transformadora, e nas palavras de Vinicius Dornelles, um dos professores, a segunda promete ser ainda mais! Nós, participantes, aguardamos ansiosamente o mês de dezembro para apresentarmos e discutirmos as gravações e os dados coletados ao longo destes meses de aplicação da DBT em nossas clínicas. Um curso deste nível exige grande dedicação de todos os participantes. São muitas tarefas para serem cumpridas. Porém, a primeira etapa – incluindo as leituras necessárias prévias recomendadas, as aulas em si, as práticas e o acompanhamento dos mentores – ofereceu a cada participante a oportunidade de desenvolver os comportamentos necessários para exercitar a aplicação da DBT na etapa intermediária. Em dezembro veremos não apenas os resultados disso, mas também, e principalmente, teremos a oportunidade de nos aproximarmos ainda mais de sermos efetivos terapeutas DBT.

Confira outras fotos do treinamento acessando a fanpage da Vincular Psicologia, clicando aqui.

AnterioresVídeo aula – Condicionamento Operante
SeguintesDesafios da ABA ao Autismo II: a importância do engajamento dos pais na intervenção
Terapeuta Comportamental, com especialização em Clínica Comportamental pelo Instituto de Terapia por Contingências de Reforçamento (Campinas, SP), com Treinamento Intensivo em Terapia Comportamental Dialética pelo Behavioral Tech | A Linehan Institute Training Company (Seattle, Washington/ EUA) e Formação em Terapia de Aceitação E Compromisso e Terapia Analítica Funcional pelo Instituto Continuum (Londrina, PR). É sócio da Ello: Núcleo de Psicologia e Ciências do Comportamento, onde atende a adultos individualmente, em terapia de casais e terapia de família, além de prover Supervisão Clínica e Treinamento para Terapeutas Comportamentais. É fundador e diretor geral do Portal Comporte-se: Psicologia e Análise do Comportamento (www.comportese.com), onde também coordena a equipe de colunistas de Terapia Comportamental Dialética. Coorganizou os livros Terapia Analítico Comportamental: dos pressupostos teóricos às possibilidades de aplicação (Ed. Esetec, 2012) e Depressão: Psicopatologia e Terapia Analítico Comportamental (Ed. Juruá, 2015). Atua como consultor de Comportamento e Cultura para a Rádio Clube (AM 770) de Patos de Minas e escreve sobre Psicologia e Saúde Mental para o jornal Clube Notícia (https://www.clubenoticia.com.br). É sócio afiliado da Associação Brasileira de Análise do Comportamento (ACBr) e, entre os anos de 2015 e 2017, foi membro da Comissão de Comunicação da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (ABPMC).
COMPART.

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here