Coletivo Marias & Amélias de Mulheres Analistas do Comportamento arrecada absorventes íntimos para doação

0

De acordo com nota publicada pelo Coletivo Marias &  Amélias de Mulheres Analistas do Comportamento, o Brasil possui cerca de 36 mil mulheres presas, quando existem apenas 22.666 (vinte duas mil, seiscentas e sessenta e seis) vagas, gerando assim, uma superlotação de cerca de 13 mil presidiárias. Estas mulheres são tratadas como homens nos presídios, recebendo, geralmente, os mesmos auxílios recebidos por prisioneiros do sexo masculino e vendo ser ignoradas diferenças e necessidades específicas de gênero, como produtos de higiene íntima – por exemplo, o absorvente. Em casos extremos, de acordo com o coletivo, as detentas improvisam usando miolo de pão como absorvente interno quando vem a menstruação.

Mlher detenta

Pensando nisto, o coletivo Marias & Amélias de Mulheres Analistas do Comportamento lançou uma campanha para arrecadar absorventes higiênicos durante o XXIV Encontro Brasileiro de Psicologia e Medicina Comportamental, os quais serão encaminhados às mulheres detentas após o congresso. Para participar, leve sua doação para o Encontro e entregue em um ponto de coleta. Serão aceitas doações de absorventes internos (OB, Tampax, Etc) ou Externos (Modess, Carefree, Sempre Livre, Always, etc) em PACOTES FECHADOS (por questão de higiene). 

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.