Neurociência: pesquisa identifica neurônios usados na medição do tempo

0
Cientistas norte-americanos descobriram um grupo de neurônios envolvido na contagem do tempo dentro do cérebro. No entanto, eles não acreditam que esses neurônios sejam os únicos responsáveis pela função, nem que sirvam como um relógio do cérebro.
A medição do tempo natural do cérebro é um processo que os estudos de laboratório geralmente têm dificuldades para registrar. Nessa pesquisa, Blaine Schneider e Geoffrey Ghose, da Universidade de Minnesota monitoraram o cérebro de macacos com um aparelho de ressonância magnética.
Os animais foram treinados para mover os olhos em determinados intervalos de tempo. Em seguida, passaram a fazer esses mesmos movimentos sem nenhum estímulo externo, ou seja, só contavam com o próprio senso de passagem do tempo. Além disso, os macacos não recebiam recompensa – como alimentos, muito usados em estudos com animais – pela atividade.
Na avaliação dos cientistas, a medição de tempo dos macacos foi bastante precisa. A cada vez que mexiam os olhos, os animais apresentaram grande atividade em uma parte do cérebro conhecida como área intraparietal lateral.
O estudo destacou que a atividade intensa nessa região do cérebro foi diferente da registrada em outros estudos semelhantes, que não eliminaram a recompensa ou estímulos externos que pudessem dar uma noção de tempo aos animais.
Por causa dessa diferença, os autores sugeriram que não exista um “relógio central” no cérebro, e que o “circuito” usado durante a contagem do tempo depende da atividade exercida pelo indivíduo. Nas próximas pesquisas, o objetivo será determinar onde surgem os sinais de medição do tempo.

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here