Resumos: V Encontro Maringaense de Análise do Comportamento

0
UMA RELAÇÃO ENTRE AS CRÍTICAS DE MARX E DE SKINNER AO CAPITALISMO 
Natanael David Acevedo (marxskinner_uem@hotmail.com)
Carlos Eduardo Lopes (caedlopes@gmail.com)
 Universidade Estadual de Maringá

Esta pesquisa teve como objetivo analisar os problemas do capitalismo de acordo com a visão de Marx e a visão de Skinner. O filósofo alemão foi um árduo crítico desse sistema de produção, que propiciar a alienação e a exploração do trabalhador. Marx, nos textos estudados, elabora uma investigação das possibilidades históricas que levaram a humanidade a aderir a tal meio de vida, mostrando a degradação das relações sociais e as consequências de seguir nesse ritmo frenético de consumo. Skinner, em vários escritos, mostra como certas práticas culturais no capitalismo se tornaram danosas à própria existência do homem. Diz-nos o psicólogo norte-americano que as pessoas do mundo ocidental não são felizes por não fazer aquilo que gostariam. Assim, Skinner apresenta cinco práticas culturais que não salientam a característica fortalecedora do comportamento: a alienação do trabalhador, a ajuda àqueles que podem se ajudar, as leis, os conselhos e os prazeres. Tais práticas seriam, então, danosas por não fortalecer comportamentos favoráveis à sobrevivência humana. Tendo em vista que ambos os autores discorrem críticas severas ao modo de produção/vida capitalista, foi possível encontrar pontos de convergência entre tais teorias. O método utilizado para realizar a correlação foi o emprego de tabelas, onde constavam as principais críticas, em uma coluna, e a descrição de tais críticas, em outra coluna. Optou-se, a fim de preservar o campo de análise e correlação, não utilizar nenhum comentador, para ambas as teorias. Os resultados obtidos mostraram que existe um campo fértil de investigação, que deve chegar, em outro momento, à investigação ética das propostas de superação do sistema capitalista para os dois autores. No limite, a pesquisa se torna pertinente inclusive, para afirmar o compromisso social e ético tanto do projeto comunista de Marx, quanto do Behaviorismo Radical de Skinner.

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.