COMENTE VIA FACEBOOK

4 COMENTÁRIOS

  1. Ótimo texto, Aline. Torço para que um dia as práticas baseadas em evidências se tornem o “paradigma” de atuação da psicologia nacional – porque assim já é fora daqui – e assim a nossa disciplina seja respeitada como merece ser.

    Uma boa formação de psicólogos cientistas (com fundamentados em filosofia da ciência, estatística e metodologia de pesquisa) vai ser obrigatório para que isso aconteça algum dia. Vamos torcer e trabalhar para isso.

  2. Marcus, assim como você, eu tenho minhas ambições de descobrir a cura do câncer. Hehehe

    Espero que um dia eu tenha a oportunidade de ajudar a criar um currículo de curso em Psicologia, e se criar, uma matéria que não vai faltar é Filosofia da Ciência, e no hard mode! Estatística e Metodologia, então, nem se fala. Todas essas até já existem, mas são deixadas de lado como “mais uma forma” de encarar a construção de conhecimento, sem que nem críticas fundamentadas sejam feitas.

    Eu e você sabemos como isso funciona: o aluno de psicologia ouve falar em algum lugar que ciência é coisa de “positivista”, como se Comte fosse o culpado por todos os males do universo, e vai reproduzindo essa baboseira sem nem se dar ao trabalho de ir buscar aprender alguma coisa sobre o assunto, ver afinal o que é essa ciência, por que ela seria tão ruim assim, etc.

    Esse relativismo pobre e quase que chauvinista em favor de certas “ilhas teóricas” vai minando nossa capacidade de realmente fazer algo que possa ser útil. Engraçado que mesmo quando algum desses tem um câncer, não passa dias discutindo se deve escolher tratar o tumor com chá de ervas ou quimioterapia. E na psicologia, é esse papo de que tudo é lindo, tudo é bom, vamos dar as mãos e fazer de qualquer jeito e pronto. Complicado, viu.

    Eu ainda tenho esperanças de que mude, acho que estamos caminhando pra isso, e com certeza também quero fazer parte disso. :) Acho que nos encontraremos nesse caminho.

    Abraços!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here