Novidades no ar: Coluna ContACTo

0

Há novidades no ar!

É com imenso prazer que apresentamos a vocês a Coluna ContACTo.

A convite do Portal Comporte-Se, eu, Aline Simões Ilana Landim abasteceremos mensalmente a plataforma com conteúdo sobre a Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) e suas interseções.

Nosso grupo assumiu o desafio de divulgar a ACT de maneira (a) simples, mas não vulgar, (b) conceitualmente rigorosa sem parecer esnobe, e (c) atraente, mas sem recorrer à panfletagem. Queremos tornar essa –  considerada a mais lantejoulada das terapias de terceira geração – acessível e mais próxima das premissas da ciência do comportamento.

Para tanto, nossos colunistas têm expertises variadas e cheios de entusiasmo para buscar a ACT nos mais recônditos contextos e trazê-los ao grande público. Não almejamos formar por meio de nossos breves conteúdos “terapeutas ACT” ou “asseclas da ACT”. Caso consigamos apenas gerar interesse no leitor, de modo a aumentar a probabilidade de que busque mais informações sobre o tema, teremos logrado sucesso na empreitada.

Desde a sua versão seminal (ainda chamada Comprehensive Distancing[1]), estruturada por volta do dos anos 1970-1980, a ACT vem ganhando terreno no Brasil e, especialmente, fora dele. Em agosto de 2016, o modelo já contava com, pelo menos, 136 ensaios clínicos randomizados capazes de   fornecer sustentação empírica necessária para sua validação científica. Ademais, a American Psychological Association, através da força tarefa da Divisão 12 da Society of Clinical Psychology, declarou que a ACT apresenta evidências moderadas a fortes para os seguintes tratamentos: dor crônica, depressão, transtornos de ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e psicose.

A Coluna ContACTo pretende explorar aspectos históricos e epistemológicos aplicados à ACT. Nossos autores estão livres para transitar pelas mais variadas searas. A participação dos leitores também é bem-vinda e incentivada. Por meio das nossas redes sociais, é possível estabelecer contato direto com nossos colunistas, seja para divulgar, comentar, criticar e, claro, sugerir temas.

Que seja uma jornada profícua e plenamente vivida por todos.

Vamos fazer ContACTo!

 

Referências

Zettle, R. (2011). The Evolution of a Contextual Approach to Therapy: From Comprehensive Distancing to ACT. The International Journal of Behavioral Consultation and Therapy, 7(1), 78-84.

[1] Ver Zettle (2011)

COMENTE VIA FACEBOOK

DEIXE UM COMENTÁRIO