Filmes e Análise Experimental do Comportamento

1

Eu já vi muitas pessoas reclamarem do Laboratório de Análise Experimental do Comportamento (confesso que também reclamei! rsrs). São queixas frequentes dos alunos dizerem que não conseguem visualizar na prática pra que serve privar o rato de água ou comida ou modelar o comportamento de pressionar a barra, o que é controle aversivo e por aí vai… A verdade é que a maioria não consegue transpor processos básicos aprendidos no laboratório para os humanos que futuramente atenderão em seus consultórios, é um repertório difícil de exigir do aluno logo nos primeiros semestres do curso! A pesquisa de Damiani, Rubio e Chippari (2000) retrata uma experiência didática diferente na qual ensinaram os processos de controle aversivo por meio de filmes. As contingências de ensino proporcionadas aos alunos resultaram na ampliação do método laboratorial tradicional e inspira docentes para buscar formas inovadoras de ensino. Vale muito a pena a leitura!

OBS: Sim Pessoal, esta sou e meu ratinho quando tive aula no Laboratório de Análise Experimental do Comportamento da Unesp – Bauru!!! hehe

Leia o texto completo:

Acessar

COMENTE VIA FACEBOOK

1 COMENTÁRIO

  1. Acredito eu que só pelo fato dos alunos iniciantes em Psicologia observarem e fazerem relatórios de observações de atendimentos clínicos comportamentais de alunos veteranos de 9° semestre, por exemplo, ao invés de privar ratinhos, seria um baita “reforço” para estes alunos no sentido de aumentar o interesse pela análise comportamental, o que inclusive reduziria o abate de camundongos em universidades.

DEIXE UM COMENTÁRIO